Porto Alegre registra protestos contra e a favor de impeachment de Dilma - Notícias - Diligência - Credibilidade em informação jurídica

Notícias

Porto Alegre registra protestos contra e a favor de impeachment de Dilma

Diversas 02/09/2016

 Dois protestos ocorrem na tarde desta quarta-feira (31) em Porto Alegre devido ao impeachment de Dilma Rousseff. O movimento contrário à saída da presidente se concentrou na Esquina Democrática, no Centro da cidade, e logo após saiu em caminhada. A Brigada Militar usou bombas de efeito moral em dois pontos – na sede do PMDB, na Avenida João Pessoa e em frente à sede do jornal Zero Hora, na Avenida Ipiranga.

No mesmo horário, manifestantes favoráveis ao impeachment se concentravam no Parcão, no bairro Moinhos de Vento, na Zona Norte da cidade.

O ato contrário ao impeachment é organizado pela Frente de Luta contra o Golpe. A organização informou que são 20 mil pessoas, por volta das 19h50. A BM não estimou o total de participantes. Por volta das 19h, o grupo iniciou uma caminhada e deixou a Avenida Borges de Medeiros, ingressando na Avenida Salgado Filho.

 Logo após, o grupo chegou à Avenida João Pessoa e seguiu até a sede do PMDB, que foi invadida por manifestantes (veja no vídeo acima). Algumas pessoas arrastaram um contêiner de lixo para dentro do local e  tentaram colocar fogo, sem sucesso. Após 15 minutos de invasão, a Brigada Militar interveio com bombas de efeito moral. Em seguida, houve a dispersão da multidão.

Depois, o grupo caminhou em direção à Avenida Ipiranga e seguiu até a Avenida Erico Verissimo. Por volta das 20h15, os PMs lançaram bombas de efeito moral em direção aos manifestantes, o que fez parar a marcha. Já os manifestantes colocaram fogo em objetos no meio da avenida.

 Cerca de 15 minutos mais tarde, parte dos manifestantes retomou a caminhada em direção ao bairro Cidade Baixa. Pouco antes das 21h, o grupo ingressou na Rua João Alfredo, em direção ao Largo Zumbi dos Palmares. O protesto interrompe os dois sentidos da Avenida Loureiro da Silva, no bairro Cidade Baixa, onde foi colocado fogo em objetos. A Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) faz desvios na área. Já a Brigada Militar acompanha o protesto de longe.

Durante o ato, foi projetada em um prédio do bairro Cidade Baixa a frase "Fora Temer".

 Devido a invasão seguida de depredação da sede do PMDB, o presidente do diretório municipal do partido, Antenor Ferrari, pediu em nota apuração do caso e punição dos responsáveis.

"Nunca, desde o fim do regime militar, as instalações de um partido político haviam sido violadas sob pretexto político. E nem mesmo durante a ditadura, o arbítrio foi capaz de atear fogo numa sede partidária", disse Ferrari em nota.

Nesta quinta-feira (1º), a executiva do partido fará uma reunião extraordinária para avaliar os danos causados pelo ato de vandalismo.

No Parcão, a manifestação ganhou o nome de Festa na Goethe – Chopp sem Dilma. Conforme o Movimento Brasil Livre (MBL) Paula Cassol, o ato reúne cerca de 200 pessoas. A BM não apresentou estimativa.

A Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) informou que ainda não há bloqueios de trânsito nos dois locais.

Fonte: G1

© Diligência.com.br
competente, confirma , sentença, indenizar, indenização, turma, mandado de segurança, recorreu da sentença, Conselho Regional, Colegiado, desocupação , Defensoria Pública da União, DPU, Ministério Público Federal , MPF, Advocacia-Geral da União , AGU, Caixa Econômica Federal , CEF, Departamento Nacional de Infraestrutura , DNIT, Departamento de Estradas e Rodagem , DER, DNER, PFE, Data do julgamento, Publicação no diário oficial , Servidores públicos , aquisição de estabilidade, condenação, condena, condenado, recorrente , recorrido, constituição federal, aposentadoria por invalidez, AIDS, portador, cardiopatia, imposto de renda, IR, Fazenda Nacional , apelante, princípios da razoabilidade e da proporcionalidade, união , agravo de instrumento, adicional de férias, polo passivo, interesse processual , processamento e julgamento, pensões e aposentadorias, pensão, aposentadoria, competência, demandante, descumprimento da obrigação, sentença penal , unânime, provimento, aposentadoria especial, tempo de serviço, tempo de contribuição, julgou procedente, autarquia , Instituto Nacional do Seguro Social , INSS, CTPS, impetrante, ajuizamento da ação, serviço especial , ANP