TRF4 nega pedido de anulação de multa de empresa que falsificou selos de extintores - Notícias - Diligência - Credibilidade em informação jurídica

Notícias

TRF4 nega pedido de anulação de multa de empresa que falsificou selos de extintores

Jurídicas 20/04/2017
TRF4 nega pedido de anulação de multa de empresa que falsificou selos de extintores
TRF4 nega pedido de anulação de multa de empresa que falsificou selos de extintores

19/04/2017 15:42:01





O TRF4 negou o pedido de anulação de multa aplicada pelo Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) contra a empresa Vicari Comércio de Extintores. A empresa foi autuada em 2013 por comercializar extintores de incêndio com selos de identificação falsificados.

Conforme o Inmetro, os extintores comercializados pela empresa continham um selo de identificação não reconhecido pelo Sistema Brasileiro de Avaliação da Conformidade (SBAC). Tal certificado existe para garantir a qualidade do produto ao consumidor.

No primeiro grau, a justiça federal de Joinville já havia entendido pela legalidade do auto de infração e pela razoabilidade do valor da multa, que foi fixada no valor de R$ 7.418,33. A empresa apelou sustentando que agiu dentro dos trâmites legais, não havendo provas de que comercializou produto com selo falso.

Para o desembargador Fernando Quadros da Silva, relator do processo, as provas produzidas pela parte autora foram insuficientes. “Apenas por prova inequívoca de inexistência dos fatos descritos no auto de infração, atipicidade da conduta ou vício em um de seus elementos componentes poderá ser desconstituída a autuação”, explicou o desembargador.

O magistrado complementou, “na hipótese, quanto à existência de infração administrativa, o demandante não logrou demonstrar qualquer ilegalidade no auto de infração. Ademais, o procedimento administrativo respeitou os princípios da ampla defesa e do contraditório ao oportunizar a defesa do autuado”, desembargador Fernando Quadros da Silva, relator do processo”.


Nº 5014771-49.2015.4.04.7201/TRF





Fonte: Tribunal Regional Federal da 4ª Região

© Diligência.com.br
competente, confirma , sentença, indenizar, indenização, turma, mandado de segurança, recorreu da sentença, Conselho Regional, Colegiado, desocupação , Defensoria Pública da União, DPU, Ministério Público Federal , MPF, Advocacia-Geral da União , AGU, Caixa Econômica Federal , CEF, Departamento Nacional de Infraestrutura , DNIT, Departamento de Estradas e Rodagem , DER, DNER, PFE, Data do julgamento, Publicação no diário oficial , Servidores públicos , aquisição de estabilidade, condenação, condena, condenado, recorrente , recorrido, constituição federal, aposentadoria por invalidez, AIDS, portador, cardiopatia, imposto de renda, IR, Fazenda Nacional , apelante, princípios da razoabilidade e da proporcionalidade, união , agravo de instrumento, adicional de férias, polo passivo, interesse processual , processamento e julgamento, pensões e aposentadorias, pensão, aposentadoria, competência, demandante, descumprimento da obrigação, sentença penal , unânime, provimento, aposentadoria especial, tempo de serviço, tempo de contribuição, julgou procedente, autarquia , Instituto Nacional do Seguro Social , INSS, CTPS, impetrante, ajuizamento da ação, serviço especial , ANP