- Notícias - Diligência - Credibilidade em informação jurídica

Notícias

Jurídicas 12/08/2017

Busca-Se(R): Dia dos Pais será especial para seis famílias

O Dia dos Pais terá um gosto pra lá de especial para seis candidatos habilitados a pela adoção. É que eles estão em estágio de convivência com seus filhos, encontrados através do projeto Busca-Se(R). Lançado em dezembro do ano passado pela Coordenadoria da Infância e Juventude do Rio Grande do Sul, o projeto visa ampliar as possibilidades de crianças e adolescentes aptas a adoção encontrarem um lar definitivo e incentivar a flexibilização do perfil procurado pelos candidatos habilitados.

Hoje, 289 jovens integram a planilha do Busca-Se(R), que é atualizada diariamente. Destes, 11 já estão convivendo com as famílias adotivas.

O estágio de convivência faz parte do processo de adoção e serve para que fortalecer laços entre pais e filhos, com acompanhamento técnico. A fase antecede a sentença de adoção.

A proposta

O projeto é executado pela CIJRS, em parceria com os magistrados da Infância e Juventude e suas equipes. O magistrado determina a remessa dos dados básicos do jovem para inscrição no projeto, certificando que não foram localizados pretendentes compatíveis ao perfil no Cadastro Nacional de Adoção. As informações passam a constar na tabela disponível no site do JIJ. O envio dos dados pelos magistrados à CIJRS pode ocorrer a qualquer tempo.

As informações constam na página da Infância e Juventude do RS. Com a identificação preservada (constam as iniciais dos nomes) é possível obter informações básicas como idade, sexo, raça e situação jurídica dos jovens que buscam um lar definitivo.

O contato inicial dos interessados na adoção destas crianças/adolescentes será com a equipe da CIJRS, que irá verificar se a pessoa é habilitada para adoção e, em caso positivo, será encaminhado seu contato para a Comarca de origem da criança ou adolescente para proceder as demais avaliações e procedimentos. Caso a pessoa não seja habilitada, ela receberá as orientações para encaminhar seu processo de habilitação, na comarca de residência.

EXPEDIENTETexto: Janine SouzaAssessora-Coordenadora de Imprensa: Adriana [email protected] 

Publicação em 11/08/2017 19:25Esta notícia foi acessada 97 vezes.

Fonte: Tribunal de Justiça do Estado do do Rio Grande do Sul

© Diligência.com.br
competente, confirma , sentença, indenizar, indenização, turma, mandado de segurança, recorreu da sentença, Conselho Regional, Colegiado, desocupação , Defensoria Pública da União, DPU, Ministério Público Federal , MPF, Advocacia-Geral da União , AGU, Caixa Econômica Federal , CEF, Departamento Nacional de Infraestrutura , DNIT, Departamento de Estradas e Rodagem , DER, DNER, PFE, Data do julgamento, Publicação no diário oficial , Servidores públicos , aquisição de estabilidade, condenação, condena, condenado, recorrente , recorrido, constituição federal, aposentadoria por invalidez, AIDS, portador, cardiopatia, imposto de renda, IR, Fazenda Nacional , apelante, princípios da razoabilidade e da proporcionalidade, união , agravo de instrumento, adicional de férias, polo passivo, interesse processual , processamento e julgamento, pensões e aposentadorias, pensão, aposentadoria, competência, demandante, descumprimento da obrigação, sentença penal , unânime, provimento, aposentadoria especial, tempo de serviço, tempo de contribuição, julgou procedente, autarquia , Instituto Nacional do Seguro Social , INSS, CTPS, impetrante, ajuizamento da ação, serviço especial , ANP