Atendimento às crianças e aos adolescentes vítimas de violência é tema de reunião na Diretoria do Foro de Goiânia - Notícias - Diligência - Credibilidade em informação jurídica

Notícias

Atendimento às crianças e aos adolescentes vítimas de violência é tema de reunião na Diretoria do Foro de Goiânia

Jurídicas 13/03/2018
Atendimento às crianças e aos adolescentes vítimas de violência é tema de reunião na Diretoria do Foro de Goiânia

A diretora do foro da comarca de Goiânia, juíza Maria Socorro de Sousa Afonso da Silva, recebeu, nesta segunda-feira (12), equipes da Superintendência de Políticas de Atenção Integral a Saúde (SPAIS) da Secretaria Estadual de Saúde (SES) e da Secretaria Interprofissional Forense da Corregedoria Geral da Justiça. O objetivo do encontro foi discutir como se dará a implantação a implantação de medidas de assistência e proteção às crianças e aos adolescentes  vítimas ou testemunhas de violência. A novidade está prevista na Lei  13.431.

A Lei 13.431 entrará em vigor no mês de abril. Esta legislação trata de dois momentos específicos: a Escuta Especializada, que acontece na rede de proteção;  e o Depoimento Especial, colhido na Justiça, no Ministério Público, Delegacias de Polícia e também na Defensoria Pública.

Ficou definido, na reunião, que as equipes ligadas aos órgãos de saúde irão conversar com outros órgãos para melhor atender as acrianças e adolescentes vítimas ou testemunhas de violência sexual e planejar uma melhor aplicação da Escuta Especializada, de acordo com a Lei 13.431.

"O legislador quis evitar que a criança vitima seja poupada de inúmeras interrogações", explicou a juíza. De acordo com a Lei, a saúde não tem que ter o papel de interrogar, mas sim de organizar um espaço para uma escuta acolhedora e humanizada sem, contudo, re-vitimizar essa criança, colhendo apenas as informações que são necessárias para a área da saúde, sem caráter investigativo.

Estavam presentes na reunião a gerente da Superintendência de Políticas de Atenção Integral a Saúde (SPAIS) da Secretaria Estadual de Saúde (SES), Nara Letícia dos Reis de Jesus; a subgerente do SPAIS da SES, Paula dos Santos Pereira; a enfermeira técnica da equipe do SPAIS, Rosemary Almeida de Araújo; a representante da Secretaria Interporfissional Forense da Corregedoria Geral da Justiça, Maria Nilva Fernandes S. Moreira; e a psicologa da Secretaria Interporfissional Forense da Corregedoria Geral da Justiça, Ana Paula Osário Xavier. (Texto: Mariana Hipólito, assessora da Diretoria do Foro da comarca de Goiânia)

Tweet

Fonte: Tribunal de Justiça do Estado de Goiás

© Diligência.com.br
competente, confirma , sentença, indenizar, indenização, turma, mandado de segurança, recorreu da sentença, Conselho Regional, Colegiado, desocupação , Defensoria Pública da União, DPU, Ministério Público Federal , MPF, Advocacia-Geral da União , AGU, Caixa Econômica Federal , CEF, Departamento Nacional de Infraestrutura , DNIT, Departamento de Estradas e Rodagem , DER, DNER, PFE, Data do julgamento, Publicação no diário oficial , Servidores públicos , aquisição de estabilidade, condenação, condena, condenado, recorrente , recorrido, constituição federal, aposentadoria por invalidez, AIDS, portador, cardiopatia, imposto de renda, IR, Fazenda Nacional , apelante, princípios da razoabilidade e da proporcionalidade, união , agravo de instrumento, adicional de férias, polo passivo, interesse processual , processamento e julgamento, pensões e aposentadorias, pensão, aposentadoria, competência, demandante, descumprimento da obrigação, sentença penal , unânime, provimento, aposentadoria especial, tempo de serviço, tempo de contribuição, julgou procedente, autarquia , Instituto Nacional do Seguro Social , INSS, CTPS, impetrante, ajuizamento da ação, serviço especial , ANP