MP recorre contra redução de pena do goleiro Bruno - Notícias - Diligência - Credibilidade em informação jurídica

Notícias

MP recorre contra redução de pena do goleiro Bruno

Jurídicas 30/08/2012
MP recorre contra redução de pena do goleiro Bruno

 

O Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) entrou com um recurso especial no Superior Tribunal de Justiça (STJ) contra a decisão da 7ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio que, em 14 de agosto, reduziu a pena do goleiro Bruno Fernandes e do amigo dele, Luiz Henrique Ferreira Romão, o Macarrão, pela morte de Eliza Samudio. Na ação, o subprocurador-geral de Justiça de Atribuição Originária Institucional e Judicial, Antonio José Campos Moreira, destaca a "motivação torpe do crime" e a "covardia" praticada pela dupla.
 
Bruno foi condenado em primeira instância em 2010, a quatro anos e seis meses de prisão pelos crimes de sequestro, cárcere privado, lesão corporal e constrangimento ilegal. Mas a desembargadora Maria Angélica Guimarães Guerra Guedes passou a condenação para um ano e dois meses. Como o goleiro está preso em Minas Gerais mais de dois anos, a Justiça do Rio extinguiu a pena imposta e chegou a expedir um mandado de soltura. Porém, como existe um pedido de prisão preventiva contra o atleta, expedido pela Justiça mineira, ele continuou detido na penitenciária de segurança máxima Nelson Hungria, em Contagem. O mesmo conceito foi aplicado no caso de Macarrão, condenado a cumprir três anos de detenção.
 
Ao recorrer da decisão da magistrada, o subprocurador pede o restabelecimento das penas e do regime fixados anteriormente. " que se deixar registrado que a fixação da pena no mínimo legal em crimes de tamanha gravidade, os quais afrontam direitos humanos basilares, relacionados à livre locomoção e disposição do corpo, além de importar clara violação de dispositivos legais, termina por servir de estímulo ao incremento da violência, em especial aquela histórica e covardemente direcionada ao sexo feminino", relata Moreira.
 
Fonte: Veja

Fonte: Veja

© Diligência.com.br
competente, confirma , sentença, indenizar, indenização, turma, mandado de segurança, recorreu da sentença, Conselho Regional, Colegiado, desocupação , Defensoria Pública da União, DPU, Ministério Público Federal , MPF, Advocacia-Geral da União , AGU, Caixa Econômica Federal , CEF, Departamento Nacional de Infraestrutura , DNIT, Departamento de Estradas e Rodagem , DER, DNER, PFE, Data do julgamento, Publicação no diário oficial , Servidores públicos , aquisição de estabilidade, condenação, condena, condenado, recorrente , recorrido, constituição federal, aposentadoria por invalidez, AIDS, portador, cardiopatia, imposto de renda, IR, Fazenda Nacional , apelante, princípios da razoabilidade e da proporcionalidade, união , agravo de instrumento, adicional de férias, polo passivo, interesse processual , processamento e julgamento, pensões e aposentadorias, pensão, aposentadoria, competência, demandante, descumprimento da obrigação, sentença penal , unânime, provimento, aposentadoria especial, tempo de serviço, tempo de contribuição, julgou procedente, autarquia , Instituto Nacional do Seguro Social , INSS, CTPS, impetrante, ajuizamento da ação, serviço especial , ANP