Guarda Metropolitana apresenta a desembargadora dados sobre atendimentos às vítimas de violência - Notícias - Diligência - Credibilidade em informação jurídica

Notícias

Guarda Metropolitana apresenta a desembargadora dados sobre atendimentos às vítimas de violência

Jurídicas 12/01/2019
Guarda Metropolitana apresenta a desembargadora dados sobre atendimentos às vítimas de violência

A presidente da Coordenadoria Estadual da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO), desembargadora Sandra Regina Teodoro Reis, recebeu, nesta sexta-feira (11), em seu gabinete,  Flávio Ferreira Costa França e Flávia Modesto da Silva Serqueira, gestores do Programa Mulher Mais Segura da Guarda Civil Metropolitana de Goiânia.

Na ocasião, foi apresentada à desembargadora a estatística de atendimento feito pelo projeto. Até o momento estão sendo acompanhadas 26 mulheres com medidas protetivas de urgência, foram realizados 55 visitas/atendimentos, destas uma mulher retirou a medida protetiva e um homem foi preso por descumprimento da medida.

Foi demonstrado ainda que foi adotado como procedimento a realização mínima de três visitas, sendo que apenas a primeira visita é agenda as demais são realizadas de surpresa como forma de proteção das vítimas.

Segundo a guarda civil Flávia, o projeto além de bonito é necessário para a efetivação das medidas protetivas no sentido de que as mulheres sentem-se seguras devido ao acompanhamento da Guarda Civil.

A desembargadora Sandra agradeceu a visita e mostrou-se satisfeita com os resultados apresentados. Ela ainda elogiou o empenho da Guarda Civil em assumir a responsabilidade de assegurar o direito de segurança às mulheres.

O projeto foi lançado em Goiânia no dia 29 de novembro de 2018 durante a XII Semana Nacional da Justiça pela Paz em Casa e surgiu de um acordo entre o Poder Judiciário, representado pela Coordenadoria Estadual da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO), a Prefeitura de Goiânia e a Guarda Cível Metropolitana com o intuito de realizar o acompanhamento frequente de mulheres sob medida protetiva.

Participaram ainda da reunião as servidoras Lucelma Messias e Daniela de Pádua e servidoras da Coordenadoria Estadual da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar do TJGO. (Centro de Comunicação Social do Social)

Tweet

Fonte: Tribunal de Justiça do Estado de Goiás

© Diligência.com.br
competente, confirma , sentença, indenizar, indenização, turma, mandado de segurança, recorreu da sentença, Conselho Regional, Colegiado, desocupação , Defensoria Pública da União, DPU, Ministério Público Federal , MPF, Advocacia-Geral da União , AGU, Caixa Econômica Federal , CEF, Departamento Nacional de Infraestrutura , DNIT, Departamento de Estradas e Rodagem , DER, DNER, PFE, Data do julgamento, Publicação no diário oficial , Servidores públicos , aquisição de estabilidade, condenação, condena, condenado, recorrente , recorrido, constituição federal, aposentadoria por invalidez, AIDS, portador, cardiopatia, imposto de renda, IR, Fazenda Nacional , apelante, princípios da razoabilidade e da proporcionalidade, união , agravo de instrumento, adicional de férias, polo passivo, interesse processual , processamento e julgamento, pensões e aposentadorias, pensão, aposentadoria, competência, demandante, descumprimento da obrigação, sentença penal , unânime, provimento, aposentadoria especial, tempo de serviço, tempo de contribuição, julgou procedente, autarquia , Instituto Nacional do Seguro Social , INSS, CTPS, impetrante, ajuizamento da ação, serviço especial , ANP