CAP - Notícias - Diligência - Credibilidade em informação jurídica

Notícias

CAP

Jurídicas 14/06/2019
CAP

Eproc: CAP do Foro da Tristeza inicia atendimento

A Central de Atendimento ao Público (CAP) do Foro Regional da Tristeza, em Porto Alegre começou a operar nesta quinta-feira (13/6). O setor disponibiliza estrutura para o atendimento de partes, advogados e interessados no eproc.

A Corregedora-Geral da Justiça, Desembargadora Denise Oliveira Cezar, foi até o local e conheceu as instalações. Destacou a implantação do eproc em todo o Estado e afirmou que a CAP será o cartão de visitas do Judiciário gaúcho: "Esse trabalho é de suma importância, é a nossa vitrine. É aqui que os advogados e partes se sentirão bem acolhidos."

O Juiz-Diretor do Foro Regional da Tristeza, Roberto Arriada Lorea, agradeceu à Administração pela instalação da CAP e destacou o apoio da Corregedoria no desenvolvimento dos trabalhos.

Corregedora-Geral visitou o local: "Esse trabalho é de suma importância.É aqui que os advogados e partes se sentirão bem acolhidos", afirmou(Fotos: Mário Salgado)

 CAP

A centralização do atendimento presencial em local único e de fácil acesso tem por objetivo racionalizar a prestação do serviço e melhorar o atendimento dos operadores do direito e jurisdicionados.

Em Porto Alegre, o setor foi instalado em novembro de 2018, no térreo do Foro Central prédio II (sala 109). Uma pesquisa de satisfação realizada com os usuários mostrou que 95,6% dos pesquisados estão satisfeitos com o serviços prestados. Foram avaliados os quesitos: tempo de espera, cortesia dos atendentes e qualidade do serviço.

Serviço começou a funcionar hojeno térreo do Foro Regional da Tristeza

A CAP do Foro Regional da Tristeza será coordenada pela servidora Elaine Marques. Dentre os serviços prestados estão: o cadastro e a validação dos advogados no eproc, a alteração de senha, o fornecimento de chave do processo, a prestação de informações sobre o andamento processual, o auxílio ao advogado a peticionar e anexar documento no processo, bem como o esclarecimento de dúvidas sobre o sistema eproc.

O serviço funciona no andar térreo do prédio do Foro Regional da Tristeza, salas 107 e 108 (Av. Otto Niemeyer, 2000)

Presenças

Também participaram da visita os Juízes-Corregedores Eloísa Helena Hernadez de Hernandez e Lucas Maltez Kachny, a Juíza de Direito Luciana Torres Schneider, os assessores da Corregedoria Sheron Garcia Vivian e Ronaldo Baratz, servidores do Foro, entre outros presentes. 

EXPEDIENTETexto: Rafaela SouzaAssessora-Coordenadora de Imprensa: Adriana Arendimprensa@tj.rs.gov.br 

Publicação em 13/06/2019 18:15Esta notícia foi acessada 45 vezes.

Fonte: Tribunal de Justiça do Estado do do Rio Grande do Sul

© Diligência.com.br
competente, confirma , sentença, indenizar, indenização, turma, mandado de segurança, recorreu da sentença, Conselho Regional, Colegiado, desocupação , Defensoria Pública da União, DPU, Ministério Público Federal , MPF, Advocacia-Geral da União , AGU, Caixa Econômica Federal , CEF, Departamento Nacional de Infraestrutura , DNIT, Departamento de Estradas e Rodagem , DER, DNER, PFE, Data do julgamento, Publicação no diário oficial , Servidores públicos , aquisição de estabilidade, condenação, condena, condenado, recorrente , recorrido, constituição federal, aposentadoria por invalidez, AIDS, portador, cardiopatia, imposto de renda, IR, Fazenda Nacional , apelante, princípios da razoabilidade e da proporcionalidade, união , agravo de instrumento, adicional de férias, polo passivo, interesse processual , processamento e julgamento, pensões e aposentadorias, pensão, aposentadoria, competência, demandante, descumprimento da obrigação, sentença penal , unânime, provimento, aposentadoria especial, tempo de serviço, tempo de contribuição, julgou procedente, autarquia , Instituto Nacional do Seguro Social , INSS, CTPS, impetrante, ajuizamento da ação, serviço especial , ANP