Justiça Restaurativa é temado Seminário Escola + Paz, em Porto Alegre - Notícias - Diligência - Credibilidade em informação jurídica

Notícias

Justiça Restaurativa é temado Seminário Escola + Paz, em Porto Alegre

Jurídicas 19/07/2019
Justiça Restaurativa é temado Seminário Escola + Paz, em Porto Alegre

Justiça Restaurativa é temado Seminário Escola + Paz, em Porto Alegre

O auditório lotado marcou o momento de certificação de 1249 facilitadores de Círculos de Construção de Paz. Eles se formaram para atuar em comunidades escolares da Região Metropolitana de Porto Alegre, nos territórios da Restinga, Cruzeiro, Lomba do Pinheiro, Rubem Berta, Alvorada e Viamão.

O projeto engloba 148 escolas públicas e é uma parceria do Governo do Estado, Banco Interamericano de Desenvolvimento e Ajuris, para trabalhar a prevenção e a resolução de conflitos em áreas de maior vulnerabilidade social. O evento foi realizado no Auditório do Ministério Público Estadual, em Porto Alegre.

Participaram da mesa de abertura o Secretário de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos, Catarina Paladini, os Desembargadores Vera Lúcia Deboni, Jayme Weingartner Neto, o Promotor de Justiça Elcio Resmini Meneses e a representante da Secretaria Estadual de Educação, Patrícia Sanchotene Pacheco.

Projeto engloba 148 escolas públicasé parceria entre Governo do Estado,Banco Interamericano de Desenvolvimento e Ajuris(Fotos: Eduardo Nichele)

A primeira palestra foi Visão, Entregas e Perspectivas do Projeto Escola + Paz, a cargo do Desembargador Leoberto Brancher, Coordenador da Justiça Restaurativa no Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos (NUPEMEC/TJRS), do Diretor de Justiça da Secretaria Estadual de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos e da representante da Secretaria Estadual da Educação, Patrícia Sanchotene.

O Desembargador Leoberto Brancher relatou como foi a formatação do curso e enalteceu a iniciativa como política pública de enfrentamento da violência e da letalidade juvenil, com foco na harmonização da convivência e na redução da evasão escolar. É o momento de incorporação de 15 anos de caminhada, de um movimento capilarizado, voluntário e informal na escala das estruturas de governo e instituições capazes de alavancar um processo com a dimensão da demanda que nós enfrentamos, afirmou o magistrado.

Desembargador Leoberto Brancher,coordenador da Justiça Restaurativa do NUPEMEC/TJRS,ressaltou importância da iniciativa como política públicade enfrentamento da violência e da letalidade juvenil

Também participaram do evento os Juízes Charles Bittencourt, Luís Antônio de Abreu Johnson e Fábio Veira Heerdt.

O Seminário integra uma série de atividades organizadas para prestigiar a visita técnica de comitivas do Ceará e do Amapá, que vêm ao Rio Grande do Sul para compartilhar experiências restaurativas que estão ocorrendo nos três Estados. São iniciativas desenvolvidas por instituições do Poder Público e Organizações Não-Governamentais para implementar o Projeto Círculos em Movimento nas Escolas - Construindo Comunidades Escolares Restaurativas. O objetivo do trabalho é o fortalecimento de comunidades escolares, prevenção e superação de conflitos e violências através do paradigma da Justiça Restaurativa.

Na segunda-feira, 22/7, haverá a Jornada de compartilhamento sobre iniciativas com enfoque restaurativo em Políticas Públicas de Segurança, Justiça, Educação e Pacificação Social, no auditório da Escola Superior da Magistratura (Rua Celeste Gobbato, 229 - Porto Alegre). Na ocasião, são esperados a Vice-Governadora do Ceará, Izolda Cela, e o Vice-Governador do Rio Grande do Sul, Ranolfo Vieira Jr., além do Secretário de Educação do RS, Faisal Karam, Prefeitos dos dois Estados, juntamente com representantes do TJRS, MPRS, Ajuris, SESI, Unesco e do InstitutoTerre des hommes. Ao longo do Seminário, também serão apresentados relatos da atuação dos Facilitadores de Justiça Restaurativa e Construção de Paz em escolas dos territórios mais vulneráveis da região metropolitana de Porto Alegre.

Evento marcou a certificação de 1249 facilitadoresde Círculos de Construção de Paz

Confira a programação:

22/7: 9h às 18h - Jornada de compartilhamento sobre iniciativas com enfoque restaurativo em Políticas Públicas de Segurança, Justiça, Educação e Pacificação Social - Auditório da Escola Superior da Magistratura (Rua Celeste Gobbato, 229 - Porto Alegre)

EXPEDIENTETexto: Patrícia CavalheiroAssessora-Coordenadora de Imprensa: Adriana Arendimprensa@tj.rs.gov.br 

Publicação em 19/07/2019 13:30Esta notícia foi acessada 25 vezes.

Fonte: Tribunal de Justiça do Estado do do Rio Grande do Sul

© Diligência.com.br
competente, confirma , sentença, indenizar, indenização, turma, mandado de segurança, recorreu da sentença, Conselho Regional, Colegiado, desocupação , Defensoria Pública da União, DPU, Ministério Público Federal , MPF, Advocacia-Geral da União , AGU, Caixa Econômica Federal , CEF, Departamento Nacional de Infraestrutura , DNIT, Departamento de Estradas e Rodagem , DER, DNER, PFE, Data do julgamento, Publicação no diário oficial , Servidores públicos , aquisição de estabilidade, condenação, condena, condenado, recorrente , recorrido, constituição federal, aposentadoria por invalidez, AIDS, portador, cardiopatia, imposto de renda, IR, Fazenda Nacional , apelante, princípios da razoabilidade e da proporcionalidade, união , agravo de instrumento, adicional de férias, polo passivo, interesse processual , processamento e julgamento, pensões e aposentadorias, pensão, aposentadoria, competência, demandante, descumprimento da obrigação, sentença penal , unânime, provimento, aposentadoria especial, tempo de serviço, tempo de contribuição, julgou procedente, autarquia , Instituto Nacional do Seguro Social , INSS, CTPS, impetrante, ajuizamento da ação, serviço especial , ANP