COMAG aprova instalação da Centralde Distribuição de Mandados no Foro de Ijuí - Notícias - Diligência - Credibilidade em informação jurídica

Notícias

COMAG aprova instalação da Centralde Distribuição de Mandados no Foro de Ijuí

Jurídicas 10/09/2019
COMAG aprova instalação da Centralde Distribuição de Mandados no Foro de Ijuí

COMAG aprova instalação da Centralde Distribuição de Mandados no Foro de Ijuí

(Imagem meramente ilustrativa. Arte: Imprensa/TJRS)

Por unanimidade, os Desembargadores do Conselho da Magistratura aprovaram a criação e implantação da Central de Mandados na Comarca de Ijuí.

A medida atende pedido da Juíza de Direito e Diretora do Foro de Ijuí, Simone Brum Pias, com o objetivo de agilizar o trabalho dos Oficiais de Justiça.

A relatora do processo no COMAG foi a Corregedora-Geral da Justiça, Desembargadora Denise Oliveira Cezar. O levantamento realizado pelo Serviço Auxiliar de Correição apontou que nos últimos 12 meses foram recebidos para cumprimento de 21.102 mandados na Comarca, ficando a média mensal de 1760 mandados recebidos por 13 cargos, sendo três vagos. Atualmente, o Foro de Ijuí possui 36.172 processos em tramitação.

"A movimentação de mandados na Comarca de Ijuí é bastante significativa e a instalação de uma Central de Mandados racionalizará não só a rotina dos Oficiais de Justiça - já que recebem mandados cartório a cartório, em razão do zoneamento territorial para o seu cumprimento, o que ficará concentrado somente na Central - mas também na rotina dos cartórios, já que o recebimento e baixa de mandados passa a ser efetuado por aquele setor e não mais pelas serventias."

A Corregedora destacou a importância do serviço para a prestação jurisdicional em Ijuí, que resultará em agilidade no trâmite processual.

"A criação e implantação da Central de Distribuição de Mandados na Comarca de Ijuí resultará  em um serviço mais eficiente no enfrentamento do significativo volume de mandados recebidos mensalmente pelos Oficiais de Justiça da Comarca e refletirá, igualmente, na celeridade dos demais atos processuais."

Também participaram da sessão de julgamento e acompanharam o voto da relatora o Presidente do TJRS, Desembargador Carlos Eduardo Zietlow Duro, o 2º Vice-Presidente, Desembargador Almir Porto da Rocha Filho, o 3º Vice-Presidente, Desembargador Túlio de Oliveira Martins e os Desembargadores Diógenes Vicente Hassan Ribeiro e Jorge Alberto Schreiner Pestana.

EXPEDIENTETexto: Rafaela SouzaAssessora-Coordenadora de Imprensa: Adriana Arendimprensa@tj.rs.gov.br 

Publicação em 09/09/2019 15:46Esta notícia foi acessada 81 vezes.

Fonte: Tribunal de Justiça do Estado do do Rio Grande do Sul

© Diligência.com.br
competente, confirma , sentença, indenizar, indenização, turma, mandado de segurança, recorreu da sentença, Conselho Regional, Colegiado, desocupação , Defensoria Pública da União, DPU, Ministério Público Federal , MPF, Advocacia-Geral da União , AGU, Caixa Econômica Federal , CEF, Departamento Nacional de Infraestrutura , DNIT, Departamento de Estradas e Rodagem , DER, DNER, PFE, Data do julgamento, Publicação no diário oficial , Servidores públicos , aquisição de estabilidade, condenação, condena, condenado, recorrente , recorrido, constituição federal, aposentadoria por invalidez, AIDS, portador, cardiopatia, imposto de renda, IR, Fazenda Nacional , apelante, princípios da razoabilidade e da proporcionalidade, união , agravo de instrumento, adicional de férias, polo passivo, interesse processual , processamento e julgamento, pensões e aposentadorias, pensão, aposentadoria, competência, demandante, descumprimento da obrigação, sentença penal , unânime, provimento, aposentadoria especial, tempo de serviço, tempo de contribuição, julgou procedente, autarquia , Instituto Nacional do Seguro Social , INSS, CTPS, impetrante, ajuizamento da ação, serviço especial , ANP