Condenados mais dois acusados de matar comerciante em São Borja - Notícias - Diligência - Credibilidade em informação jurídica

Notícias

Condenados mais dois acusados de matar comerciante em São Borja

Jurídicas 11/09/2019
Condenados mais dois acusados de matar comerciante em São Borja

Condenados mais dois acusados de matar comerciante em São Borja

(Imagem meramente ilustrativa. Arte: Imprensa/TJRS)

Em sessão do Tribunal do Júri da Comarca de São Borja encerrada no início desta noite (11/9), os sete jurados consideraram Tiago Vargas Motta e Bruno Silveira Aires culpados da morte da comerciante Sônia Husein Khaled, conhecida como ¿Turca¿. O crime foi cometido na cidade em 6/11/2015. Agora, são cinco pessoas condenadas pelo fato, incluindo o marido da vítima. Mais dois homens ainda irão à júri sem data marcada.

Com base no veredito, o Juiz de Direito Marco Antonio Preis fixou a pena de Aires em 24 anos de reclusão em regime inicial fechado, sem a possibilidade de recorrer em liberdade. A Motta foi aplicada pena de 22 anos e oito meses, sob as mesmas condições.

O magistrado ainda determinou que os réus paguem solidariamente R$ 100 mil de indenização aos sucessores de Khaled ¿ ela tinha três filhos adolescentes à época do crime.

Os jurados reconheceram que o homicídio qualificado foi praticado por motivo torpe (paga em dinheiro), meio cruel (a vítima foi morta com quatro tiros pelas e costas e foi esfaqueada duas vezes) e meio que dificultou a defesa. Aires é apontado como autor dos disparos e golpes. Motta o teria ajudado na contenção e condução da mulher ao local do assassinato (Rua Coronel Tristão de Araújo Nóbrega).

Réus

De um total de sete acusados, três já foram condenados: o marido da vítima, Husen Kasem Khaled (30 anos de reclusão em regime fechado), Valdemir Trindade Rodrigues (24 anos de reclusão em regime fechado) e Maurício Mariano (30 anos de reclusão em regime fechado e pagamento de indenização, no valor de R$ 200 mil, para cada um dos filhos da vítima).

Faltam ser julgados Jean Aldemar de Ávila Weber e José Carlos Neves Moreira.

Proc. 030/2190002614-5

EXPEDIENTETexto: Márcio DaudtAssessora-Coordenadora de Imprensa: Adriana Arendimprensa@tj.rs.gov.br 

Publicação em 11/09/2019 20:50Esta notícia foi acessada 7 vezes.

Fonte: Tribunal de Justiça do Estado do do Rio Grande do Sul

© Diligência.com.br
competente, confirma , sentença, indenizar, indenização, turma, mandado de segurança, recorreu da sentença, Conselho Regional, Colegiado, desocupação , Defensoria Pública da União, DPU, Ministério Público Federal , MPF, Advocacia-Geral da União , AGU, Caixa Econômica Federal , CEF, Departamento Nacional de Infraestrutura , DNIT, Departamento de Estradas e Rodagem , DER, DNER, PFE, Data do julgamento, Publicação no diário oficial , Servidores públicos , aquisição de estabilidade, condenação, condena, condenado, recorrente , recorrido, constituição federal, aposentadoria por invalidez, AIDS, portador, cardiopatia, imposto de renda, IR, Fazenda Nacional , apelante, princípios da razoabilidade e da proporcionalidade, união , agravo de instrumento, adicional de férias, polo passivo, interesse processual , processamento e julgamento, pensões e aposentadorias, pensão, aposentadoria, competência, demandante, descumprimento da obrigação, sentença penal , unânime, provimento, aposentadoria especial, tempo de serviço, tempo de contribuição, julgou procedente, autarquia , Instituto Nacional do Seguro Social , INSS, CTPS, impetrante, ajuizamento da ação, serviço especial , ANP