Em dia de homenagens aos juízes Rodrigo Peres e Odete Batista, presidente do TJTO destaca ações para dinamizar o Judiciário - Notícias - Diligência - Credibilidade em informação jurídica

Notícias

Em dia de homenagens aos juízes Rodrigo Peres e Odete Batista, presidente do TJTO destaca ações para dinamizar o Judiciário

Jurídicas 17/12/2019
Em dia de homenagens aos juízes Rodrigo Peres e Odete Batista, presidente do TJTO destaca ações para dinamizar o Judiciário
"Luta, suor, lágrimas e sorrisos", lembrou o presidente do Tribunal de Justiça (TJTO), Helvécio de Brito Maia Neto, ao recorrer à história, na então capital provisória  Miracema, para homenagear, na tarde desta terça-feira (16/12), com a Medalha comemorativa dos 30 anos do Poder Judiciário, os juízes Rodrigo Perez, atual coordenador do Núcleo de Apoio às Comarcas (Nacom) e Odete Batista, também do Nacom, e recém-eleita para presidir a Associação dos Magistrados do Estado do Tocantins (Asmeto). 
"Foram serviços de excelência prestados para o êxito dos trabalhos realizados sob sua coordenação nos quase três anos e meio em que esteve à frente do Nacom", destacou o desembargador Maia Neto no memorando, com  moção de elogios, que irá constar no dossiê do juiz Rodrigo Perez, no qual lembra ainda que a atuação do magistrado e capacidade de gerir processos contribuíram valorosamente para a entrega de uma prestação jurisdicional mais célere e de qualidade à sociedade tocantinense. 
Prestes a entregar o cargo de coordenador, a pedido, o juiz falou um pouco sobre sua trajetória no comando do Nacom. "É um sentimento meio misturado de tristeza e alegria. Tristeza porque eu me afeiçoei ao projeto, à ideia. Todos nós, juízes e colaboradores, podemos fazer a diferença, não só no tribunal mas na vida de muita gente. Ao longo desses seis anos que eu passei no Nacom, me afeiçoei às pessoas que passaram por lá e que ainda estão lá. Alegria porque  o trabalho em equipe permitiu que o setor se desenvolvesse. Ainda falta muito para fazer, mas permitiu que se desenvolvesse, então eu estou convicto que entrego um serviço aperfeiçoado em um processo que ainda não terminou e sigo à disposição do tribunal para, com essa mesma energia, assumir os desafios que vêm por aí", garantiu.
Duplamente feliz
Ao lado do esposo, Adalberto Lacerda Almeida, a futura presidente da Asmeto, não escondeu seu orgulho e contentamento por receber a honraria. "Eu estou duplamente feliz. Primeiramente porque obtivemos uma excelente representação na eleição, sinal que os meus colegas confiam na minha pessoa para poder gerir a nossa Associação e lutar pelos nossos pleitos. E agora essa homenagem de hoje só corrobora essa felicidade", ressaltou, lembrando estar  alcançando dez anos de magistratura. "Saber que esses 10 anos integram os 30 anos do Poder Judiciário é motivo de muito orgulho não só para mim, mas certamente para todos os meus pares", lembrou a juíza Odete Batista.
Presentes a cerimônia de homenagem no gabinete da presidência estavam a juíza auxiliar da Presidência, Rosa Maria Gazire Rossi, a chefe de gabinete da Presidência, Glacielle Borges Torquato, e os juízes Jordan Jardim, Frederico Paiva Bandeira de Souza, João Alberto Mendes Bezerra e Valdemir Braga de Aquino Mendonça. Esse último destacou as medidas da atual gestão no sentido de dinamizar as ações do Tribunal, especialmente em relação redistribuição de competências, equalizando a carga de trabalho de magistrados, desinstalação de comarca e readequação da força de trabalho dos servidores do Judiciário. "O presidente foi corajoso, pois enfrentou questões antigas, muito sensíveis e sem solução há anos, como a redistribuição de competência", ressaltou Mendonça.  
Trajetória no NacomRodrigo da Silva Perez Araújo passou a integrar o Nacom em 2013, por determinação da então Presidente do Tribunal, desembargadora Ângela Prudente, unindo-se à equipe formada pela assessoria jurídica e pelos juízes Océlio Nobre, Jordan Jardim e Manuel de Faria Reis Neto. Nessa época atuavam em processos judiciais bastante antigos, ainda em trâmite e em auxílio ao trabalho de digitalização dos processos físicos. Na sequência, passou a auxiliar o então coordenador, Océlio Nobre, na gerência do Núcleo, que veio a coordenar em seguida. Nesse período, deixou o Nacom por duas vezes - em uma delas designado para responder com exclusividade pelo Juizado da Infância da Comarca de Palmas, com intuito de sanear a movimentação processual da unidade e lidar com o acervo de bens apreendidos, para viabilizar a mudança da unidade judiciária para o Fórum da Comarca. 
Durante esses anos, com apoio de toda a equipe de colaboradores, de juízes - integrantes, e aval da Presidência do Tribunal e da Corregedoria Geral da Justiça, adotou procedimentos que, em cada ocasião e conforme as diretrizes dadas, se fizeram necessários para, além de viabilizar o acompanhamento e o controle das atividades, incrementar o resultado quantitativo e qualitativo do Nacom, tanto em relação aos pronunciamentos judiciais (despachos, decisões, sentenças e mutirão de audiências), quanto em relação às diversas outras missões que lhe foram atribuídas, como, por exemplo, alimentação do banco de dados de jurisprudência do Tribunal, da alimentação do Banco Nacional de Mandados de Prisão (BNMP), do Sistema Eletrônico de Execução Unificado (SEEU), colaboração na elaboração do Provimento 11/2019, do Manual de Procedimentos Cíveis e de modelos "padrão" de atos cartorários, todos da Corregedoria, apoio cartorário a diversas serventias, ao saneamento do fluxo de processos no cartório da Comarca de Axixá e participação em diversas comissões, para citar iniciativas mais recentes. O juiz deixará o cargo no próximo dia 19 deste mês, quando assumirá o juiz Esmar Custódio Vêncio Filho.
Texto: Marcelo Santos Cardoso / Fotos: Rondinelli Ribeiro
Comunicação TJTO


Fonte: Tribunal de Justiça do Estado do Tocantins

© Diligência.com.br
competente, confirma , sentença, indenizar, indenização, turma, mandado de segurança, recorreu da sentença, Conselho Regional, Colegiado, desocupação , Defensoria Pública da União, DPU, Ministério Público Federal , MPF, Advocacia-Geral da União , AGU, Caixa Econômica Federal , CEF, Departamento Nacional de Infraestrutura , DNIT, Departamento de Estradas e Rodagem , DER, DNER, PFE, Data do julgamento, Publicação no diário oficial , Servidores públicos , aquisição de estabilidade, condenação, condena, condenado, recorrente , recorrido, constituição federal, aposentadoria por invalidez, AIDS, portador, cardiopatia, imposto de renda, IR, Fazenda Nacional , apelante, princípios da razoabilidade e da proporcionalidade, união , agravo de instrumento, adicional de férias, polo passivo, interesse processual , processamento e julgamento, pensões e aposentadorias, pensão, aposentadoria, competência, demandante, descumprimento da obrigação, sentença penal , unânime, provimento, aposentadoria especial, tempo de serviço, tempo de contribuição, julgou procedente, autarquia , Instituto Nacional do Seguro Social , INSS, CTPS, impetrante, ajuizamento da ação, serviço especial , ANP