Nupemec e Cejusc de Palmas encerram atividades com Círculo de Diálogo do Projeto Justiça Restaurativa para servidores e magistrados - Notícias - Diligência - Credibilidade em informação jurídica

Notícias

Nupemec e Cejusc de Palmas encerram atividades com Círculo de Diálogo do Projeto Justiça Restaurativa para servidores e magistrados

Jurídicas 19/12/2019
Nupemec e Cejusc de Palmas encerram atividades com Círculo de Diálogo do Projeto Justiça Restaurativa para servidores e magistrados
Trabalhando o aperfeiçoamento profissional desenvolvido a partir das técnicas da Justiça Restaurativa que se falam e ouvem com a escuta ativa, o Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejusc), em conjunto com o Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos (Nupemec), completou o terceiro círculo de construção de paz neste ano, nessa terça-feira (17/12).
Mediadora e facilitadora do Projeto de Justiça Restaurativa, Adelaine Batista espera que todas as Comarcas possam ter um facilitador disponível para trabalhar com os círculos internos. “O que há de melhor no círculo é a voluntariedade, a vontade de estar ali com a alma aberta para ouvir e ser ouvido sem julgamento”, explicou, lembrando ainda que os círculos são geridos por técnicas próprias da Justiça Restaurativa nos quais estão presentes a confidencialidade e a respeitabilidade, atraindo diálogos pacíficos norteados pela liberdade e espontaneidade, bem como  as técnicas da comunicação não violenta.
 Já a estagiária Jordana Oliveira, que encerra seu contrato neste mês, pela conclusão de seu curso em Direito, impactada com os métodos consensuais de solução de conflitos, afirma que nos dias atuais está cada vez mais comum o contato pelos meios tecnológicos. “Isso é bom, na medida em que aproxima quem está longe, sem falar na rapidez da informação, todavia, nem sempre a quem está próximo é dada a atenção merecida.  Nesse ínterim, a falta de diálogo dificulta a construção de um bom relacionamento interpessoal e institucional. É preciso exercitar mais o diálogo olho no olho, ouvir com empatia,  dividir vivências oferecer e receber apoio” ressaltou.
Segundo a servidora Lucivani Milhomem, a oportunidade de participar do círculo foi um momento maravilhoso para conhecer rostos que até então, só conhecia o nome, além de rever alguns mais conhecidos. “Essas oportunidades de diálogos servem para melhorar os relacionamentos e nos desperta para atitudes simples, mas, que fazem toda diferença no nosso trabalho e na vida pessoal.”
Dessa forma, por meio do diálogo no ambiente institucional, é possível construir elos de confiança vigorosos, além de resolver conflitos pessoais da forma adequada, conversando respeitosamente. O impacto gerado pelo exercício constante do diálogo é positivo, e o círculo de diálogo pautado nos valores da Justiça Restaurativa gera, entre outras coisas, o entendimento e a  compreensão, valores primordiais  na melhora dos relacionamentos interpessoais com resultados no trabalho em equipe.

Texto: Júlia Fernandes: Fotos: Divulgação
Comunicação TJTO


 

Fonte: Tribunal de Justiça do Estado do Tocantins

© Diligência.com.br
competente, confirma , sentença, indenizar, indenização, turma, mandado de segurança, recorreu da sentença, Conselho Regional, Colegiado, desocupação , Defensoria Pública da União, DPU, Ministério Público Federal , MPF, Advocacia-Geral da União , AGU, Caixa Econômica Federal , CEF, Departamento Nacional de Infraestrutura , DNIT, Departamento de Estradas e Rodagem , DER, DNER, PFE, Data do julgamento, Publicação no diário oficial , Servidores públicos , aquisição de estabilidade, condenação, condena, condenado, recorrente , recorrido, constituição federal, aposentadoria por invalidez, AIDS, portador, cardiopatia, imposto de renda, IR, Fazenda Nacional , apelante, princípios da razoabilidade e da proporcionalidade, união , agravo de instrumento, adicional de férias, polo passivo, interesse processual , processamento e julgamento, pensões e aposentadorias, pensão, aposentadoria, competência, demandante, descumprimento da obrigação, sentença penal , unânime, provimento, aposentadoria especial, tempo de serviço, tempo de contribuição, julgou procedente, autarquia , Instituto Nacional do Seguro Social , INSS, CTPS, impetrante, ajuizamento da ação, serviço especial , ANP