Nuges discute revisão do Plano de Logística Sustentável do TJTO em reunião virtual com diretores de Foro - Notícias - Diligência - Credibilidade em informação jurídica

Notícias

Nuges discute revisão do Plano de Logística Sustentável do TJTO em reunião virtual com diretores de Foro

Jurídicas 14/08/2020
Nuges discute revisão do Plano de Logística Sustentável do TJTO em reunião virtual com diretores de Foro
“Os magistrados e integrantes do Judiciário de primeiro grau são fundamentais na formação desse plano de logística sustentável, como a porta de entrada, por estarem mais próximos da nossa sociedade, lidando diariamente com o público externo e interno”, deu início a desembargadora Ângela Prudente, vice-presidente do Tribunal de Justiça e presidente da Comissão Gestora do PLS-PJTO, em uma reunião online com o Núcleo de Gestão Socioambiental (Nuges) e os diretores de Foro do Judiciário, na manhã desta sexta-feira (14/8), para a revisão do Plano de Logística Sustentável (PSL). 
A coordenadora do Núcleo de Gestão Socioambiental do TJTO, Leila Jardim, apresentou os indicadores econômico, social e ambiental que foram impactados positivamente pelas ações executadas pelo Nuges, do Plano que se encerra em 2021, e abriu espaço para críticas e sugestões dos diretores, alinhadas à Agenda 2030 das Nações Unidas, para o novo planejamento estratégico 2021-2026.
Para a desembargadora Ângela, ainda que no trabalho remoto, essa foi uma oportunidade de contribuição para futuras ações do Plano Sustentável. “Além de garantir a economicidade dos recursos e da proteção ao meio ambiente, o PLS  também trata de acessibilidade, outras políticas internas, de segurança e do próprio planejamento estratégico do nosso Tribunal”, ressaltou. 
O juiz Pedro Nelson Coutinho, gestor do projeto TO Sustentável, também presente na reunião, elogiou o trabalho que vem sendo feito pela Comissão Gestora do PLS. “O TO Sustentável sou eu enquanto indivíduo, na minha casa e também a coletividade representando o Estado. Essa é uma medida para todos na nossa sociedade”, lembrou.
Texto: Júlia Fernandes / Fotos: Divulgação
Comunicação TJTO


Fonte: Tribunal de Justiça do Estado do Tocantins

© Diligência.com.br
competente, confirma , sentença, indenizar, indenização, turma, mandado de segurança, recorreu da sentença, Conselho Regional, Colegiado, desocupação , Defensoria Pública da União, DPU, Ministério Público Federal , MPF, Advocacia-Geral da União , AGU, Caixa Econômica Federal , CEF, Departamento Nacional de Infraestrutura , DNIT, Departamento de Estradas e Rodagem , DER, DNER, PFE, Data do julgamento, Publicação no diário oficial , Servidores públicos , aquisição de estabilidade, condenação, condena, condenado, recorrente , recorrido, constituição federal, aposentadoria por invalidez, AIDS, portador, cardiopatia, imposto de renda, IR, Fazenda Nacional , apelante, princípios da razoabilidade e da proporcionalidade, união , agravo de instrumento, adicional de férias, polo passivo, interesse processual , processamento e julgamento, pensões e aposentadorias, pensão, aposentadoria, competência, demandante, descumprimento da obrigação, sentença penal , unânime, provimento, aposentadoria especial, tempo de serviço, tempo de contribuição, julgou procedente, autarquia , Instituto Nacional do Seguro Social , INSS, CTPS, impetrante, ajuizamento da ação, serviço especial , ANP