Com foco no aprimoramento da prestação jurisdicional, começa a Correição Geral Ordinária em Araguaína - Notícias - Diligência - Credibilidade em informação jurídica

Notícias

Com foco no aprimoramento da prestação jurisdicional, começa a Correição Geral Ordinária em Araguaína

Jurídicas 19/11/2020
Com foco no aprimoramento da prestação jurisdicional, começa a Correição Geral Ordinária em Araguaína
Com o intuito de promover ajustes e adequações pontuais para o aprimoramento da prestação jurisdicional à sociedade, a Comarca de Araguaína iniciou no ultimo dia (17/11) sua Correição Geral Ordinária de 2020, que irá até o dia 30 de novembro. A sessão de abertura aconteceu no auditório do Fórum José Aluísio da Silva Luz, com transmissão online pela plataforma Cisco Webex Meetings. A solenidade foi presidida pelo diretor e corregedor permanente da Comarca, o juiz Fabiano Ribeiro.
De acordo com o juiz, a Correição deve ser vista com bons olhos, como um instrumento de evolução do poder judiciário. Ele ainda frisou que a situação atual reclama por uma doação maior em prol da coletividade, um esforço além do que já vinha sendo desenvolvido, principalmente pelo momento delicado em que passa a sociedade.
As cerimônia de abertura contou ainda com a presença da juíza titular da Vara de Recuperação Judicial de Empresas, Falências, Precatórias e Juizado da Fazenda Pública de Araguaína, Umbelina Lopes Pereira Rodrigues, que na ocasião representou a Associação dos Magistrados do Estado do Tocantins (Asmeto), além de membros do Ministério Público (MP-TO) e Defensoria Pública, advogados, policias civis e militares, serventuários e representantes de Cartórios Extrajudiciais e magistrados.
Promovida pela Corregedoria Geral de Justiça (CGJ), as correições têm inicio com audiência pública nas comarcas locais, onde recebe sugestões e denúncias. São analisados ainda os serviços dos fóruns, com a finalidade de apuração dos fatos determinados, relacionados a deficiências graves dos serviços judiciais e auxiliares, além de recomendações às unidades judiciárias para possíveis melhorias de desempenhos.
Texto: Rosimeire Alves Sousa / Foto: Divulgação
Comunicação TJTO







Fonte: Tribunal de Justiça do Estado do Tocantins

© Diligência.com.br
competente, confirma , sentença, indenizar, indenização, turma, mandado de segurança, recorreu da sentença, Conselho Regional, Colegiado, desocupação , Defensoria Pública da União, DPU, Ministério Público Federal , MPF, Advocacia-Geral da União , AGU, Caixa Econômica Federal , CEF, Departamento Nacional de Infraestrutura , DNIT, Departamento de Estradas e Rodagem , DER, DNER, PFE, Data do julgamento, Publicação no diário oficial , Servidores públicos , aquisição de estabilidade, condenação, condena, condenado, recorrente , recorrido, constituição federal, aposentadoria por invalidez, AIDS, portador, cardiopatia, imposto de renda, IR, Fazenda Nacional , apelante, princípios da razoabilidade e da proporcionalidade, união , agravo de instrumento, adicional de férias, polo passivo, interesse processual , processamento e julgamento, pensões e aposentadorias, pensão, aposentadoria, competência, demandante, descumprimento da obrigação, sentença penal , unânime, provimento, aposentadoria especial, tempo de serviço, tempo de contribuição, julgou procedente, autarquia , Instituto Nacional do Seguro Social , INSS, CTPS, impetrante, ajuizamento da ação, serviço especial , ANP