Presidente do BNDES diz que redução da TJLP favorece recuperação dos investimentos - Notícias - Diligência - Credibilidade em informação jurídica

Notícias

Presidente do BNDES diz que redução da TJLP favorece recuperação dos investimentos

Negócios 27/06/2012
Presidente do BNDES diz que redução da TJLP favorece recuperação dos investimentos

 

O presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Luciano Coutinho, defendeu a primeira redução da Taxa de Juros de Longo Prazo (TJLP) desde julho de 2009 como um importante fator de estímulo à atividade econômica.
 
Pouco antes de o ministro da Fazenda, Guido Mantega, anunciar a decisão do governo federal de baixar de 6% para 5,5% a taxa que serve de referência para a correção dos empréstimos feitos pelo BNDES ao setor produtivo, Coutinho disse que a decisão não irá impactar o orçamento do banco, embora tenha um “diminuto impacto” para as contas públicas. Prejuízo pequeno que, na avaliação de Coutinho, justifica-se pelo maior estímulo à atividade econômica. Inicialmente, o novo percentual valerá entre julho e setembro deste ano.
 
“A redução não afeta o banco e favorece [a diminuição do] custo de capital. Do nosso ponto de vista, a queda da taxa representa um ganho muito alto, que induz uma recuperação mais forte dos investimentos”, disse Coutinho. O presidente do BNDES alegou que a queda da TJLP é apropriada ao atual contexto econômico brasileiro, que o país conta com “fundamentos macroeconômicos muito sólidos” e a recente queda dos juros cobrados por bancos públicos gerou um “movimento consistente”, que surte efeito entre as instituições financeiras privadas.
 
Coutinho falou sobre o assunto após participar, em Brasília, de um encontro promovido pelo Ministério da Pesca e Aquicultura com mais de 100 empresários do setor.
 
O ministro da Fazenda, Guido Mantega, antecipou a decisãoque seria anunciada na quinta-feira (28), ao fim da reunião do Conselho Monetário Nacional (CMN),– ao participar da solenidade de lançamento do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) Equipamentos, ao qual o governo federal promete destinar R$ 8,4 milhões para comprar equipamentos, mobiliário escolar e veículos nacionais, entre outros, com o objetivo de estimular a atividade econômica.
 
Fonte: UOL

Fonte: UOL

© Diligência.com.br
competente, confirma , sentença, indenizar, indenização, turma, mandado de segurança, recorreu da sentença, Conselho Regional, Colegiado, desocupação , Defensoria Pública da União, DPU, Ministério Público Federal , MPF, Advocacia-Geral da União , AGU, Caixa Econômica Federal , CEF, Departamento Nacional de Infraestrutura , DNIT, Departamento de Estradas e Rodagem , DER, DNER, PFE, Data do julgamento, Publicação no diário oficial , Servidores públicos , aquisição de estabilidade, condenação, condena, condenado, recorrente , recorrido, constituição federal, aposentadoria por invalidez, AIDS, portador, cardiopatia, imposto de renda, IR, Fazenda Nacional , apelante, princípios da razoabilidade e da proporcionalidade, união , agravo de instrumento, adicional de férias, polo passivo, interesse processual , processamento e julgamento, pensões e aposentadorias, pensão, aposentadoria, competência, demandante, descumprimento da obrigação, sentença penal , unânime, provimento, aposentadoria especial, tempo de serviço, tempo de contribuição, julgou procedente, autarquia , Instituto Nacional do Seguro Social , INSS, CTPS, impetrante, ajuizamento da ação, serviço especial , ANP