TJGO doa 1,5 mil latas de cereal para Vila São Cottolengo - Notícias - Diligência - Credibilidade em informação jurídica

Notícias

TJGO doa 1,5 mil latas de cereal para Vila São Cottolengo

Jurídicas 22/06/2018
TJGO doa 1,5 mil latas de cereal para Vila São Cottolengo

Na tarde desta quinta-feira (21), o Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO), com o apoio da Diretoria do Foro da comarca de Goiânia, doou 1,5 mil latas de Mucilon para a Vila São José Bento Cottolengo. As embalagens de cereal foram arrecadadas por meio de campanha realizada com os servidores e magistrados da comarca de Goiânia. A Vila é uma instituição filantrópica localizada em Trindade e atualmente atende, em média, 360 pacientes-internos com deficiências múltiplas por mês. Eles consomem 13 mil latas do cereal.

A instituição ocupa-se dos cuidados com os deficientes proporcionando melhor qualidade de vida, reabilitação e recuperação social aos internos. Esses cuidados vão desde alimentação, higiene, fisioterapia, acompanhamento psicológico até a ressocialização. Conta com cinco unidades terapêuticas, nove alas de longa permanência, dois setores de reabilitação e um centro especial. Para se manter, a Vila conta com o apoio do Sistema Único de Saúde (SUS) e com a ajuda de doadores. “O mais difícil para a Vila é o sustento, por isso toda doação é bem-vinda e nos ajuda muito”, afirma a tesoureira da instituição Ana Maria Peixoto.

Ana Maria relata que as doações diminuiram nos últimos meses e que essa queda tem dificultado ainda mais o trabalho realizado. “A Vila é um patrimônio do povo goiano e é uma grandeza poder trabalhar com pessoas dependentes de nós, como os internos”, declara Ana Maria. Ela aproveita a oportunidade para convidar todos a visitarem a instituição e contribuírem com doações de alimentos, produtos de higiene pessoal, produtos de limpeza e vestuário. A instituição está aberta a visitas das 8h às 17 horas, todos os dias.

Cuidados

O trabalho realizado com os internos é feito de acordo com o nível de necessidade individual. Além do tratamento, os funcionários ainda proporcionam amor, carinho e atenção aos pacientes. Para a tesoureira Ana Maria, a Vila proporciona aos internos dignidade e inclusão. “Com o tratamento, é possível ver que a deficiência não é um impencilho na vida deles”, destaca.

Os tratamentos são feitos a partir das unidades terapêuticas: Centro de Equoterapia São Cottolengo, Unidade de Terapia Ocupacional Padre Tito, Unidade Santo Afonso, Serviço de Psicologia Hospitalar e Clínica e Serviço de Fonoaudiologia. Todas envolvem reabilitação física, autonomia e independência, controle e elaboração dos sentimentos, além de diagnóstico, orientação e prevenção nas áreas de comunicação oral e escrita.

A nutricionista Raianna Lopes salienta que as doações são de extrema importância para a existência dos cuidados especializados com os internos. “As doações ajudam a variar o cardápio e a complementar as dietas, que são as mais individualizadas possível. O Mucilon é um complemento utilizado diariamente na alimentação de todos os internos. Todas as noites, eles consomem um mingau feito com o cereal”, esclarece. Ela explica que são oferecidas seis refeições diárias para melhor atender às demandas de cada interno. “Eles tomam café da manhã, fazem um lanche leve, almoçam, comem o lanche da tarde, jantam e antes de dormir fazem a ceia, que é o momento em que oferecemos o mingau”, descreve.

A terapeuta ocupacional Jeordana Cristina Machado destaca o carinho e amor que todos os funcionários têm ao cuidar de cada um dos internos. “As doações são fundamentais para que a Vila possa cuidar de todos os seus internos com qualidade”, ressalta.

Inclusão

O diferencial no tratamento dos pacientes são os projetos culturais de inclusão social. Por meio da arte, os pacientes participam da vida cultural e social do país e manifestam seus sentimentos provando que a deficiência não os impedem de viver. A Banda Inclusiva Luar, Grupo de Expressão Raio de Luz, Ronda da Alegria e Arte Terapia são os projetos desenvolvidos atualmente. Os projetos nasceram como proposta terapêutica e auxiliam na diminuição do estresse, libertam os sentimentos e estimulam a comunicação e interação, o que promove diminuição dos aspectos negativos da hospitalização.

Doações

Por dia são feitas 2.890 refeições. Por mês: 16 vacas, 2.400 kg de frango, 8.880 litros de leite, além de 24.160 fraldas descartáveis, mais 50 toneladas de roupas lavadas, R$ 39 mil gastos em higiene pessoal dos pacientes e R$ 268 mil em medicamentos, material hospitalar e alimentação enteral (via sonda). A Vila também utiliza o serviço de voluntários, que pode ser realizado por meio de ajuda nas campanhas desenvolvidas durante todo o ano, participação no grupo de artesanato e auxílio no acompanhamento de visitas.

Neste ano, a instituição passa por dificuldades devido à queda no número de doações, que conta com 740 colaboradores fixos. As doações podem ser feitas no site da instituição, http://www.cottolengo.org.br/. O processo é simples e rápido: o doador escolhe o valor, gera e imprime o boleto e paga na agência lotérica ou banco de sua preferência. As doações de produtos de higiene e limpeza, alimentos e vestuário podem ser entregues diretamente na Vila São Cottolengo, localizada na Avenida Coronel Gabriel Alves de Carvalo, nº 163, no Bairro Santuário, em Trindade. (Texto: Jhiwslayne Vieira – Estagiária / Fotos: Wagner Soares – Centro de Comunicação do TJGO)

Veja galeria de fotos

Tweet

Fonte: Tribunal de Justiça do Estado de Goiás

© Diligência.com.br
competente, confirma , sentença, indenizar, indenização, turma, mandado de segurança, recorreu da sentença, Conselho Regional, Colegiado, desocupação , Defensoria Pública da União, DPU, Ministério Público Federal , MPF, Advocacia-Geral da União , AGU, Caixa Econômica Federal , CEF, Departamento Nacional de Infraestrutura , DNIT, Departamento de Estradas e Rodagem , DER, DNER, PFE, Data do julgamento, Publicação no diário oficial , Servidores públicos , aquisição de estabilidade, condenação, condena, condenado, recorrente , recorrido, constituição federal, aposentadoria por invalidez, AIDS, portador, cardiopatia, imposto de renda, IR, Fazenda Nacional , apelante, princípios da razoabilidade e da proporcionalidade, união , agravo de instrumento, adicional de férias, polo passivo, interesse processual , processamento e julgamento, pensões e aposentadorias, pensão, aposentadoria, competência, demandante, descumprimento da obrigação, sentença penal , unânime, provimento, aposentadoria especial, tempo de serviço, tempo de contribuição, julgou procedente, autarquia , Instituto Nacional do Seguro Social , INSS, CTPS, impetrante, ajuizamento da ação, serviço especial , ANP