Juíza nega pedido de indenização por dano moral a mulher que acusou médico de erro médico em Araguaína - Notícias - Diligência - Credibilidade em informação jurídica

Notícias

Juíza nega pedido de indenização por dano moral a mulher que acusou médico de erro médico em Araguaína

Jurídicas 13/09/2021
Juíza nega pedido de indenização por dano moral a mulher que acusou médico de erro médico em Araguaína
A juíza Wanessa Lorena Martins de Sousa Motta julgou, no dia 19 de julho, improcedentes as alegações feitas por Maria da Assunção Nascimento de Oliveira, que, através de Procedimento Comum Cível, acusou o Dr. Frederico Vargas Xavier, da Popclínica, de erro médico durante um exame de endoscopia, em Araguaína.
Segundo os autos, a vítima declarou que se submeteu a um procedimento de endoscopia, porém, não fora totalmente anestesiada, ficando lúcida durante o procedimento, algo percebido pelo médico, porém ele ignorou tal situação e deu continuidade ao procedimento. Quando a vítima se assustou e mexeu no aparelho, o medico ficou irritado e a atacou verbalmente, dizendo que ela parecia criança se comportando daquela maneira, entre outras ofensas ainda mais graves.
 “Não se encontram presentes os requisitos autorizadores para a condenação da ré ao pagamento de indenização por danos materiais e morais, na medida em que os elementos da responsabilidade civil não foram demonstrados, especialmente os danos aventados e a conduta ilícita do médico. Portanto, não comprovado o direito da autora, outro caminho não me resta senão julgar improcedentes os pedidos iniciais”, destacou a juíza em sua decisão.
Além de julgar a ação improcedente, a juíza Wanessa Lorena Martins de Sousa Motta, titular da 2ª Vara Cível de Araguaína, ainda decidiu pela condenação da autora a pagar os custos processuais da verba honorária.
Confira a íntegra da decisão aqui.
Texto: Yasmin Oliveira (estagiária sob supervisão)
Comunicação TJTO

Fonte: Tribunal de Justiça do Estado do Tocantins

© Diligência.com.br
competente, confirma , sentença, indenizar, indenização, turma, mandado de segurança, recorreu da sentença, Conselho Regional, Colegiado, desocupação , Defensoria Pública da União, DPU, Ministério Público Federal , MPF, Advocacia-Geral da União , AGU, Caixa Econômica Federal , CEF, Departamento Nacional de Infraestrutura , DNIT, Departamento de Estradas e Rodagem , DER, DNER, PFE, Data do julgamento, Publicação no diário oficial , Servidores públicos , aquisição de estabilidade, condenação, condena, condenado, recorrente , recorrido, constituição federal, aposentadoria por invalidez, AIDS, portador, cardiopatia, imposto de renda, IR, Fazenda Nacional , apelante, princípios da razoabilidade e da proporcionalidade, união , agravo de instrumento, adicional de férias, polo passivo, interesse processual , processamento e julgamento, pensões e aposentadorias, pensão, aposentadoria, competência, demandante, descumprimento da obrigação, sentença penal , unânime, provimento, aposentadoria especial, tempo de serviço, tempo de contribuição, julgou procedente, autarquia , Instituto Nacional do Seguro Social , INSS, CTPS, impetrante, ajuizamento da ação, serviço especial , ANP