Justiça determina indenizar homem que ´escolheu` onde levar tiro de PM - Notícias - Diligência - Credibilidade em informação jurídica

Notícias

Justiça determina indenizar homem que ´escolheu` onde levar tiro de PM

Jurídicas 06/08/2012
Justiça determina indenizar homem que ´escolheu` onde levar tiro de PM

 

A Justiça determinou que o estado do Ceará indenize um tecelão preso ilegalmente em 2007 no valor de R$ 40 mil. Segundo os autos, o tecelão foi preso em 27 de setembro de 2007, na residência do pai, suspeito de ter participado de assalto ocorrido dois dias antes, na Avenida Raul Barbosa, em Fortaleza. Até 2012, a polícia não obteve prova de que o preso participou do crime.
 
Ainda de acordo com os autos, no dia da prisão, o tecelão preso por engano foi levado a um matagal. ele foi torturado e obrigado a escolher uma parte do corpo onde iria levar um tiro. A opção foi o direito.
 
Após a tortura, o homem foi levado pelos policiais para o hospital Frotinha de Messejana. Em frente ao hospital, o carro da polícia foi metralhado por um grupo de homens encapuzados. O tecelão foi socorrido em estado grave após sofrer mais um tiro e o primo dele, que também estava no carro, morreu na hora, durante o tiroteio.
 
No ano do crime, o secretário de Segurança Pública determinou investigação de um suposto grupo de extermínio, composto por policiais militares. Durante as investigações, quatro policiais assumiram participação na prisão ilegal do tecelão. Um cabo confessou ter feito o disparo no do homem.
 
Em 2008, o tecelão que sofreu o tiro entrou na Justiça requerendo uma indenização por danos materiais, morais e estéticos. Ele alegou também não ter comitido o crime pelo qual foi preso. o Estado requereu a suspensão do processo até a conclusão da sentença criminal. o Estado alegou também a ausência de responsabilidade, pois não teria sido comprovado que os policiais estavam em serviço e que não foi atestada a autoria das lesões físicas.
 
Fonte: G1

Fonte: G1

© Diligência.com.br
competente, confirma , sentença, indenizar, indenização, turma, mandado de segurança, recorreu da sentença, Conselho Regional, Colegiado, desocupação , Defensoria Pública da União, DPU, Ministério Público Federal , MPF, Advocacia-Geral da União , AGU, Caixa Econômica Federal , CEF, Departamento Nacional de Infraestrutura , DNIT, Departamento de Estradas e Rodagem , DER, DNER, PFE, Data do julgamento, Publicação no diário oficial , Servidores públicos , aquisição de estabilidade, condenação, condena, condenado, recorrente , recorrido, constituição federal, aposentadoria por invalidez, AIDS, portador, cardiopatia, imposto de renda, IR, Fazenda Nacional , apelante, princípios da razoabilidade e da proporcionalidade, união , agravo de instrumento, adicional de férias, polo passivo, interesse processual , processamento e julgamento, pensões e aposentadorias, pensão, aposentadoria, competência, demandante, descumprimento da obrigação, sentença penal , unânime, provimento, aposentadoria especial, tempo de serviço, tempo de contribuição, julgou procedente, autarquia , Instituto Nacional do Seguro Social , INSS, CTPS, impetrante, ajuizamento da ação, serviço especial , ANP