100% disponível: Judiciário do Tocantins reforça os canais de comunicação durante a pandemia da Covid-19 - Notícias - Diligência - Credibilidade em informação jurídica

Notícias

100% disponível: Judiciário do Tocantins reforça os canais de comunicação durante a pandemia da Covid-19

Jurídicas 22/03/2021
100% disponível: Judiciário do Tocantins reforça os canais de comunicação durante a pandemia da Covid-19
Uma Justiça acessível e disponível a todos. Para garantir a prestação jurisdicional e o atendimento aos integrantes do Sistema de Justiça e diretamente ao cidadão, o Poder Judiciário do Tocantins vem reforçando e ampliando os seus canais de comunicação, principalmente neste período crítico de pandemia da Covid-19.  Apesar da Portaria Conjunta Nº 9/2021 que estabelece o regime de "teletrabalho integral dos serviços administrativos e judiciais no âmbito do Poder Judiciário tocantinense" até 30 de março deste ano, o Judiciário segue 100% disponível. 
Ainda que integralmente em teletrabalho, tanto a área judicial quanto a administrativa do TJTO continuam desenvolvendo suas ações normalmente, inclusive no atendimento às partes, advogados, promotores de justiça, defensores públicos e o cidadão. O Sistema de Processo Eletrônico Eproc segue em pleno funcionamento para o judicial e o SEI (Sistema Eletrônico Interno) para as demandas administrativas. 
Se houver dúvidas ou demandas processuais, o Suporte Eproc está na mão, pois você pode acessar o serviço pelos telefones 3218-4388/3218-4248 e plantão 99989-1766 (18h às 12h) ou pelo e-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.. Além disso, uma lista completa com telefones e e-mails de todas as unidades do Judiciário tocantinense está disponível no site do Tribunal, no banner eletrônico “Alô Justiça”, que traz um PDF que pode ser acessado quando e onde quiser. 
Balcão virtual
Para estar ainda mais próximo, esta última semana o TJTO inaugurou o “Balcão Virtual” (Resolução CNJ nº 372/2021), um novo atendimento rápido, sem burocracia com as unidades do Judiciário de 1° Grau, ou seja, falar diretamente nas comarcas com servidores das varas, juizados e Centro de Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejuscs). 
É rápido e simples, basta você acessar o Portal do Poder Judiciário do Tocantins (www.tjto.jus.br), clicar no balãozinho de conversa, no canto inferior da página, se identificar com nome e email e escolher a unidade da qual precisa de informações. Um atendente da escrivania estará a postos para tirar as suas dúvidas por meio de chat de conversa e sistema de videoconferência.O atendimento é realizado em tempo real, das 12h às 18h, se assemelhando ao atendimento presencial, nos balcões físicos das comarcas.
O principal elo entre a Justiça e o Cidadão também segue funcionando trabalhando intensamente. Por meio da Ouvidoria Judiciária todo cidadão pode ter acesso a informações do Judiciário tocantinense, de forma rápida e transparente, cumprindo rigorosamente a Lei de Acesso à Informação. Basta acessar pelos telefones 3218-4412, 0800-6444334 e/ou pelo endereço eletrônico e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. .
Novo sistema de videoconferências 
Para conectar virtualmente todas as comarcas e dar ainda mais efetividade aos serviços ofertados ao cidadão, o Judiciário tocantinense desenvolveu uma força tarefa, por meio da Diretoria de Tecnologia da Informação, para a instalação do Sistema de Vídeo Conferência e Audiência do Tocantins (Sivat) nas unidades judiciais e presídios do Estado, utilizando a plataforma licitada Yealink. O trabalho iniciado no final do mês de fevereiro já alcançou 27 comarcas (entre elas Palmas), onde o sistema se tornou realidade, com equipes treinadas para operar o sistema que tem previsão de chegar a todas as comarcas até 30 de março.
Texto: Kézia Reis
Comunicação TJTO

Fonte: Tribunal de Justiça do Estado do Tocantins

© Diligência.com.br
competente, confirma , sentença, indenizar, indenização, turma, mandado de segurança, recorreu da sentença, Conselho Regional, Colegiado, desocupação , Defensoria Pública da União, DPU, Ministério Público Federal , MPF, Advocacia-Geral da União , AGU, Caixa Econômica Federal , CEF, Departamento Nacional de Infraestrutura , DNIT, Departamento de Estradas e Rodagem , DER, DNER, PFE, Data do julgamento, Publicação no diário oficial , Servidores públicos , aquisição de estabilidade, condenação, condena, condenado, recorrente , recorrido, constituição federal, aposentadoria por invalidez, AIDS, portador, cardiopatia, imposto de renda, IR, Fazenda Nacional , apelante, princípios da razoabilidade e da proporcionalidade, união , agravo de instrumento, adicional de férias, polo passivo, interesse processual , processamento e julgamento, pensões e aposentadorias, pensão, aposentadoria, competência, demandante, descumprimento da obrigação, sentença penal , unânime, provimento, aposentadoria especial, tempo de serviço, tempo de contribuição, julgou procedente, autarquia , Instituto Nacional do Seguro Social , INSS, CTPS, impetrante, ajuizamento da ação, serviço especial , ANP