Magistrados, MPTO e Naturatins fazem reunião na próxima segunda-feira (20/9) para discutir o Mutirão de Conciliação em Ações Ambientais - Notícias - Diligência - Credibilidade em informação jurídica

Notícias

Magistrados, MPTO e Naturatins fazem reunião na próxima segunda-feira (20/9) para discutir o Mutirão de Conciliação em Ações Ambientais

Jurídicas 18/09/2021
Magistrados, MPTO e Naturatins fazem reunião na próxima segunda-feira (20/9) para discutir o Mutirão de Conciliação em Ações Ambientais
Na próxima segunda-feira (20/9), os magistrados Welllington Magalhães, que é o gestor da Meta 12 e coordena o Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejusc) da Comarca de Cristalândia, William Trigilio da Silva e Márcio Soares da Cunha, que coordenam o Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos (Nupemec), estarão reunidos com representantes do Ministério Público do Tocantins (MPTO), Procurador de Justiça e Coordenador do Centro de Apoio Operacional de Urbanismo, Capitação e Meio Ambiente (CAOMA), José Maria da Silva Júnior, e o Presidente da Fundação Natureza do Tocantins (Naturatins), Renato Jaime, para debater o Mutirão de Conciliação em Ações Ambientais. O encontro será virtual, por meio plataforma Yealink, a partir das 10 horas.
Na ocasião, o MPTO irá apresentar a triagem dos processos que entrarão no mutirão nos meses de outubro e novembro. Os processos que entram no mutirão são de demandas judicializadas de várias comarcas. Os magistrados Márcio Soares da Cunha, Wellington Magalhaes e William Trigilio serão os responsáveis pela realização das audiências e terão acesso aos respectivos Cejuscs. De acordo com o Nupemec, o mutirão acontecerá uma vez por semana, das 8 às 11 horas e das 13 às 17 horas.
Meta 12
O Mutirão está alinhado com o plano de ação da Meta 12, que busca promover atividades e desenvolver instrumentos capazes de auxiliarem na consecução da Meta 12 de 2021, quanto à redução do acervo de processos relacionados a ações ambientais.
Texto: Samir Leão
Comunicação TJTO

Fonte: Tribunal de Justiça do Estado do Tocantins

© Diligência.com.br
competente, confirma , sentença, indenizar, indenização, turma, mandado de segurança, recorreu da sentença, Conselho Regional, Colegiado, desocupação , Defensoria Pública da União, DPU, Ministério Público Federal , MPF, Advocacia-Geral da União , AGU, Caixa Econômica Federal , CEF, Departamento Nacional de Infraestrutura , DNIT, Departamento de Estradas e Rodagem , DER, DNER, PFE, Data do julgamento, Publicação no diário oficial , Servidores públicos , aquisição de estabilidade, condenação, condena, condenado, recorrente , recorrido, constituição federal, aposentadoria por invalidez, AIDS, portador, cardiopatia, imposto de renda, IR, Fazenda Nacional , apelante, princípios da razoabilidade e da proporcionalidade, união , agravo de instrumento, adicional de férias, polo passivo, interesse processual , processamento e julgamento, pensões e aposentadorias, pensão, aposentadoria, competência, demandante, descumprimento da obrigação, sentença penal , unânime, provimento, aposentadoria especial, tempo de serviço, tempo de contribuição, julgou procedente, autarquia , Instituto Nacional do Seguro Social , INSS, CTPS, impetrante, ajuizamento da ação, serviço especial , ANP